Cantor é preso em Fortaleza por dar comida a criança em supermercado que proibiu esmolas

Do G1:

O cantor Beto Barbosa, preso em Fortaleza na manhã de sexta-feira (27), justificou a condução até a delegacia por ter “comprado a briga de crianças e mendigos”, que são impedidas de receber esmolas em um supermercado no Bairro Meireles, de acordo com o músico.

“Eu fui dar uma lata de leite a uma criança no Pão de Açúcar e no Pão de Açúcar é proibido entrar mendigo. Eu comprei a briga da criança e dei a lata de leite, aí os seguranças não gostaram. Eu sempre ajudo as crianças carentes do Pão de Açúcar ali do Meireles, eu sempre ajudo”, disse o cantor, antes de entrar no 2º Distrito Policial, no Bairro Meireles.

Após a confusão, dois policiais conduziram o cantor e o segurança foram levados ao 2º Distrito Policial, onde Beto Barbosa se referiu a um policial como “vagabundo” e foi algemado. Após depoimento, o músico pediu desculpas à Polícia Militar.

Em nota, a rede Pão de Açúcar nega que haja a orientação citada por Beto Barbosa e diz que “possui normas rígidas quanto a atos discriminatórios caso sejam realizados por seus funcionários e que não há nenhuma orientação proibindo a entrada de qualquer pessoa na loja”. A rede nega também que impede de os clientes fazerem doações. “A loja está apurando o relatado e, se necessário, tomará as medidas cabíveis”, conclui a nota.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o cantor se desentendeu com o segurança do supermercado. Os dois foram encaminhados para o 2º Distrito Policial (DP) para esclarecimentos. “Não sei o que vai ser agora, tenho que ver como vai se desenrolar”, disse o cantor antes de entrar.

Leia::  Por que a mídia faz silêncio sobre a greve histórica que está parando Florianópolis

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *