Dória vai entregar a cabeça de Secretário ao “Gestapo Boy”?

por Fernando Brito, Tijolaço

Lauro Jardim, em O Globo, diz que o MBL de Kim Kataguiri  e Fernando Holiday, o Gestapo Boy “tenta exigir de João Doria um posicionamento público contra o seu secretário de Educação, Alexandre Schneider, que criticou o vereador Fernando Holiday por inspecionar escolas em busca de evidências de “doutrinação ideológica” .

O colunista diz que eles “querem a cabeça” de  Alexandre Schneider, secretário de Educação de João Dória.

E é verdade.

Holiday, o valentão, gravou um vídeo dizendo que Schneider “não tem vergonha na cara” e “é um covarde”, “gente da pior estirpe”,  por ter dito que um vereador não poderia fazer patrulhamento ideológico aos professores.

Disse que protocolou o facistérrimo  projeto “Escola sem Partido” na Câmara Municipal.

Eu ia dizer que os alunos de Dória vão lhe dar trabalho.

Mas, de repente, me passou pela cabeça: será que não é João Dória o filhote do MBL, que Geraldo Alckmin, como um oportunista adotou e, agora, vê afiando a faca para apunhalá-lo?

A sorte é que Dória está ocupado, viajando no seu jatinho para acompanhar Gilmar Mendes a Portugal, certamente para melhorar as calçadas de São Paulo.

Leia::  Direita brasileira fez sua opção pelo fascismo

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *