Escritora com câncer terminal faz perfil de namoro para o marido: “espero que outra história de amor comece”

Escritora diz que criou perfil do marido com base em experiência de “9.490 dias”

Uma escritora que está morrendo de câncer de ovário escreveu um perfil de namoro para seu marido, para que ele possa encontrar “outra história de amor”.

Da BBC Brasil

Amy Krouse Rosenthal lista as melhores qualidades do companheiro e diz esperar que “a pessoa certa leia isso [e] encontre Jason”.

“Eu nunca estive no Tinder, Bumble ou eHarmony”, ela escreveu no jornal New York Times.

“Mas vou criar um perfil geral para o Jason aqui, com base na minha experiência de coexistir na mesma casa com ele por, tipo, 9.490 dias.”

Amy é conhecida por escrever livros para crianças, bem como memórias sobre sua própria família e vida.

Ela e Jason estão juntos há quase três décadas e já têm filhos adultos.

Amy descreve o marido como alguém que adora viajar, veste-se bem e é ótimo cozinheiro. Também não poupa elogios a sua beleza física: “Eu já disse que ele é incrivelmente lindo? Eu sentirei falta de olhar para o rosto dele.”

“Se você está procurando um companheiro de viagem dos sonhos, do tipo vamos lá, Jason é seu homem. Ele também tem afinidade por pequenas coisas: colheres de degustação, pequenos frascos, uma mini-escultura de um casal sentado em um banco, que ele me apresentou como um lembrete de como nossa família começou”, ela escreve.

“Aqui está o tipo de homem que Jason é: ele apareceu no nosso primeiro ultrassom de gravidez com flores. Este é um homem que, porque ele está sempre acordado cedo, me surpreende todos os domingos de manhã, fazendo algum tipo de carinha sorridente esquisita com itens perto da cafeteira: uma colher, uma caneca, uma banana.”

Leia::  Antes de Anitta com seus dreadlocks, Chico Buarque já tinha constatado que ninguém é branco no Brasil

Tatuagem

Em seu mais recente livro de memórias, escrito antes do diagnóstico da doença, Amy disse que queria um leitor sugerisse um desenho para que ela e ele (o leitor) pudessem fazer tatuagens combinadas.

“Em setembro, Paulette foi me encontrar em um estúdio de tatuagem de Chicago”, ela escreve em seu ensaio no Times.

“Ela fez a dela (a primeira) no pulso esquerdo. Eu fiz a minha na parte de baixo do meu antebraço esquerdo, na letra da minha filha.”

“Esta foi minha segunda tatuagem. A primeira é pequena, um ‘j’ minúsculo, que tenho no meu tornozelo por 25 anos. Você provavelmente pode adivinhar o que representa.”

“Jason tem uma também, mas com mais letras: ‘AKR.'”

Amy fez tatuagem com leitora no ano passado; esta é a segunda dela, a primeira traz a inicial do marido: J

Mais para o final de seu ensaio, chamado You May Want to Marry My Husband (Você talvez queira casar com meu marido, em tradução livre), Amy escreve:

“Estou finalizando isso no Dia dos Namorados, e o presente mais genuíno que eu posso esperar é que a pessoa certa leia isso, encontre Jason, e outra história de amor comece.”

“Vou deixar este espaço abaixo intencionalmente vazio como uma forma de dar a vocês dois o novo começo que vocês merecem.”

Em seguida, segue-se um espaço em branco.

Ela termina: “Com todo meu amor, Amy.”

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *