Esqueceram de mim: o planeta ignora Michel Temer

por Fernando Brito, Tijolaço

A reportagem da Ansa – Sozinho, ninguém visita Temer – sobre o isolamento do ainda presidente brasileiro correu mundo. Foi notícia até no ABC Color, reacionaríssimo jornal do Paraguai.

Desde o primeiro compromisso internacional, lembra o texto, a diplomacia do homem que anunciou, ao tomar sua posse torta, que “ia mostrar ao mundo que o Brasil mudou” é um fracasso total. Em setembro, o então presidente dos EUA, Barack Obama, esnobou-o e o deixou de mãos abanando. Na abertura da Assembléia da ONU, saiu o shakehand, mas só.

A Ansa lembra que o Papa Francisco cancelou a viagem que faria pelos 300 anos da festa de Nossa Senhora Aparecida e que governantes europeus, como Francois Hollande e Angela Merkel  vieram à América do Sul sem fazer escalas no Brasil.

Rechaçado como um cão pulguento, Temer não recebe visitantes nem mesmo aqui no Brasil. No último dia 10, o Presidente português  Marcelo  Rebelo de Sousa  e o primeiro-ministro Antonio Costa estiveram em São paulo, para celebrar o “Dia de Portugal” e nada de Temer. “Por natureza, o 10 de Junho é uma celebração de portugueses“, justificou-se Marcelo, antes mesmo da festa, para explicar a ausência de convite a ao presidente  brasileiro.

Semana que vem, finalmente, ele vai ver Putin, que anda meio estremecido com os círculos de governo mundiais, por conta das encrencas com Trump.

O Itamaraty já deve ter providenciado uma listinha de frases básicas em russo para ele. Por exemplo: мешок человек quer dizer “homem da mala”.

Leia::  Mídia não consegue animar o consumidor

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *