Gilmar ataca Marco Aurélio e o chama de velhaco

Ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), bateu duro no ministro Marco Aurélio Mello, após ele se declarar impedido de participar de julgamentos relacionados ao empresário Eike Batista, por ter sobrinha na equipe de advogados de Sérgio Bermudes, que defende Eike; “Os antropólogos, quando forem estudar algumas personalidades da vida pública, terão uma grande surpresa: descobrirão que elas nunca foram grande coisa do ponto de vista ético, moral e intelectual e que essas pessoas ao envelhecerem passaram de velhos a velhacos. Ou seja, envelheceram e envileceram”, atacou Gilmar, em declaração ao jornalista Jorge Bastos Moreno; Gilmar já avisou que não irá se declarar impedido de julgar Eike, pelo fato da esposa, Guiomar Mendes, ser sócia de escritório que advoga para o ex-bilionário

Do Brasil 247

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), bateu duro no ministro Marco Aurélio Mello, após ele se declarar impedido de participar de julgamentos relacionados ao empresário Eike Batista, por ter sobrinha na equipe de advogados de Sérgio Bermudes, que defende Eike (leia mais).

“Os antropólogos, quando forem estudar algumas personalidades da vida pública, terão uma grande surpresa: descobrirão que elas nunca foram grande coisa do ponto de vista ético, moral e intelectual e que essas pessoas ao envelhecerem passaram de velhos a velhacos. Ou seja, envelheceram e envileceram”, atacou Gilmar, em declaração ao blog do jornalista Jorge Bastos Moreno.

O caso de Marco Aurélio é análogo à situação do ministro Gilmar Mendes, cuja esposa, Guiomar Mendes, é sócia de um escritório de advocacia que trabalha para Eike Batista. Gilmar já se manifestou que não irá se declarar impedido de atuar em julgamentos de Eike por conta do fato (leia aqui).

Leia::  Futuro da Lava Jato virá de um lance de dados?

O pedido de impedimento de Gilmar Mendes foi protocolado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) à presidente do STF, ministra Cármen Lúcia.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *