Golpe derrubou salários ao nível de 2012

A crise econômica e o clima de “quanto pior, melhor” instaurado por Michel Temer e seus aliados para derrubar Dilma Rousseff afetou diretamente o bolso dos brasileiros; a remuneração nas empresas recuou para os mesmos patamares observados em 2011 e 2012, segundo as consultorias Hays e RH Plus; das 300 empresas entrevistadas que atuam no Brasil, 60% dizem que foi necessário cortar vagas de trabalho em 2016; número é maior que o observado na pesquisa do ano passado, de 52%

Do Brasil 247

Uma nova pesquisa indica que a remuneração nas empresas recuou para os mesmos patamares observados em 2011 e 2012, segundo as consultorias Hays e RH Plus. A queda considera tanto a redução do ganho com renda variável, atrelada a resultados e naturalmente menor em momentos de recessão, quanto com o da renda fixa, diz Caroline Cadorin, diretora da Hays.

As informações são da coluna Mercado Aberto da Folha de S.Paulo.

Das 300 empresas entrevistadas que atuam no Brasil, 60% dizem que foi necessário cortar vagas de trabalho em 2016. O número é maior que o observado na pesquisa do ano passado, de 52%.

Leia::  Sob Temer, os mais pobres desistem do celular

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *