O país vai parar e a direita buscará o tumulto

por Fernando Brito, Tijolaço

Os últimos informativos das centrais sindicais deixam poucas dúvidas que que a paralisação do país, amanhã cedo, será quase total.

Prefeitos do campo conservador – João Dória, Nelson Marchezan Júnior e ACM Neto (todos, aliás, filhos de políticos da ditadura) – estão anunciando táxi gratuito para levar servidores e qualquer pessoa de bom senso sabe o que pode acontecer quando passar algum desgarrado da frota “fura-greve” diante de um piquete de rodoviários.

Por isso, muita calma, porque o desejo deles é provocar o conflito e não, claro, realizar o impossível transporte de milhares de pessoas por táxi até as repartições e escolas.

Sabem que é a única forma de tentar atingir moralmente o movimento, que refletirá a indignação do país com o que está sendo feito.

Desde a derrocada do Plano Cruzado, há 30 anos, o país não encara uma greve das dimensões em que parece estar se configurando a de amanhã.

Publico, abaixo, a lista mais recente das categorias que vão parar em cada estado e de alguns dos atos de protesto já convocados.

Leia::  O que Paulo Skaf tem a dizer sobre a Odebrecht?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *