‘Parece que já morri’, diz Temer sobre foto. Mas não nos leve junto, por favor

por Fernando Brito, Tijolaço

Diz a coluna Radar, da Veja, que Michel Temer desgosta da foto presidencial, clicada pelo craque Orlando Brito e retocada no Photoshop até dizer chega.

“Me dá uma sensação estranha. Parece que já morri”, confessa ele, segundo a revista.

De certa forma, alguma razão há para isso.

Porque, afinal, Temer inverteu a frase famosa de Ulisses Guimarães sobre ser velho mas não ser velhaco.

A velhacaria, para quem não sabe, é sinônimo de patifaria, prática de quem é pouco honesto ou procede com fraude, ou quem não demonstra vergonha ou recato.

E nisto Michel Temer demonstra um desembaraço quase juvenil.
Tudo o que faz, nesta sua quadra final é mesquinho, sórdido, sem grandeza.
Demonstra um desprezo olímpico sobre o povo que, embora não o tenha escolhido presidente, ele governa. E mais que desprezo, quase ódio, por aqueles que, mal ou bem, deram-lhe a oportunidade de, como vice, ocupar o lugar, ainda que pela via da usurpação.
Falta a Temer o que honra a boa velhice: o desapego pessoal, a esperança que as novas gerações possam ter mais do que tivemos, a grandeza de querer, já não para si, uma nação rica, próspera, com um povo feliz.
Ao contrário, agarra-se com as mão crispadas ao cargo que abiscoitou e bajula os homens do dinheiro – que também o desprezam – para que lhe permitam ficar com o cargo nobiliárquico de presidente, que a ele não enobrece, mas amesquinha.

Só neste sentido Michel Temer é um vivo, um vivaldino: se acha muito esperto, astuto, sagaz, pratica manhas para enganar, embora a poucos engane.

No resto, Temer tem razão em sentir que parece que já morreu.

Leia::  Mais de 1 milhão vão às ruas contra o golpe e pelo direito de se aposentar

O que, claro, acontecerá com ele e com todos nós.

Com a diferença de que só homens maus e pequenos, ao serem tragados pelo tempo, agarrem-se a uma nação inteira para leva-la, com ele, ao inferno.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *