Temer dá vexame também na Noruega

Uma completa vergonha para o Brasil a passagem de Michel Temer pela Noruega; após deixar o País com carimbo de “corrupto” pela Polícia Federal, Temer viu a Noruega cortar em 50% o fundo de combate ao desmatamento, assistiu à primeira-ministra Erna Solberg dizer que o Brasil precisa de uma “limpeza” na corrupção e enfrentou protestos que pediam sua saída; dezenas de manifestantes exibiam cartazes pedindo respeito à democracia, aos direitos humanos, dos indígenas e contra o afrouxamento no combate ao desmatamento da Amazônia; “Temer não cumpre com suas obrigações e não respeita os direitos constitucionais. Os seus ataques aos direitos dos povos indígenas e ao meio ambiente são de uma magnitude nunca antes vista”, disse a líder indígena Sonia Guajajara; Brasil assiste a tudo envergonhado

Do Brasil 247

A passagem de Michel pela Noruega foi marcada por protestos. Durante encontro de Temer com a primeira-ministra Erna Solberg, nesta sexta-feira, 23, o peemedebista foi alvo de dezenas de manifestantes, que exibiam cartazes pedindo respeito à democracia, aos direitos humanos, dos indígenas e contra o afrouxamento no combate ao desmatamento da Amazônia.

A índia Sônia Guajajara, uma das lideranças indígenas mais reconhecidas no Brasil, esteve presente no protesto nesta sexta-feira. Para Sônia, Temer representa uma ameaça direta aos povos indígenas no Brasil. “Temer não cumpre com suas obrigações e não respeita os direitos constitucionais. Os seus ataques aos direitos dos povos indígenas e ao meio ambiente são de uma magnitude nunca antes vista”, disse.

Assista a vídeo da manifestação contra Temer:

O desmatamento na Amazônia brasileira aumentou em 29% de 2015 para 2016. O Congresso brasileiro está prestes a tratar um grande número de propostas que devem enfraquecer a legislação ambiental e reduzir unidades de conservação no país. Para o diretor da Rainforest Foundation Noruega, Lars Løvold, a Noruega tem que exigir que o Brasil cumpra com os seus deveres conforme acordos internacionais e nacionais.

Leia::  Temer janta com embaixadores em churrascaria que serve carne importada

As ONGs organizadoras do protesto pedem às autoridades norueguesas firmeza no diálogo com Temer, e pressão para que ele providencie proteção para os povos indígenas e suas lideranças, assim como o cumprimento das obrigações internacionais para redução do desmatamento e das emissões do Brasil.

Durante o encontro com a primeira-ministra Erna Solberg, Temer ouviu de Solberg que a Noruega está “preocupada” com os efeitos da operação Lava Jato e disse que o Brasil precisa passar uma “limpeza” de corruptos. “Estamos muito preocupados com a Lava Jato. É importante fazer uma limpeza”, disse Erna Solberg, em declaração ao lado de Temer (leia mais).

Em sua fala, Temer cometeu uma gafe e disse que ainda na Noruega se encontraria com o “rei da Suécia”. Na verdade, o peemedebista estará com o monarca norueguês, Harald V (leia mais).

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *