The New Yorker: Sob Temer, caos no Brasil promete novas explosões

“As coisas não vão bem no Brasil”, escreve na revista The New Yorker desta semana o prestigiado jornalista e escritor John Lee Anderson; depois de historiar a crise dos dois últimos anos no Brasil, destacando os casos de corrupção, a Lava Jato e o impeachment de Dilma Rousseff, ele fala dos confrontos violentos nos presídios e da crise de segurança e diz que “Temer e seus aliados se movem rapidamente para desfazer o legado de 13 anos do PT, em cujos governos o país tornou-se um dos maiores exportadores de commodities no auge do boom da China (…). A maioria desses ganhos está agora em risco, com Temer instituindo medidas de austeridade e um congelamento de 20 anos em todos os gastos públicos. Com a situação social em ruínas, o Brasil tem todos os ingredientes para enfrentar novas explosões”

Do Brasil 247

“As coisas não vão bem no Brasil”, escreve na revista The New Yorker desta semana o prestigiado jornalista e escritor John Lee Anderson.

Depois de historiar a crise dos dois últimos anos no Brasil, destacando os casos de corrupção, a Lava Jato e o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, ele fala dos confrontos violentos nos presídios e da crise de segurança, especialmente no Espírito Santo. E assim resume o que se passa no País depois da posse de Michel Temer.

“Temer e seus aliados se movem rapidamente para desfazer o legado de 13 anos do PT, sob Rousseff e seu antecessor Lula, em cujos governos o país tornou-se um dos maiores exportadores de commodities no auge do boom da China. O Brasil tornou-se membro dos Brics e um player global, enquanto em casa um programa popular, Bolsa Família, ergueu 40 milhões da pobreza”, escreve.

Leia::  “Grosseira manipulação”: ex-editor do JN critica cobertura do caso Dilma / Odebrecht

“A maioria desses ganhos está agora em risco, com Temer instituindo medidas de austeridade e um congelamento de 20 anos em todos os gastos públicos. Com a situação social em ruínas, o Brasil tem todos os ingredientes para enfrentar novas explosões”, completa o jornalista.

Confira aqui o artigo em inglês no site da New Yorker.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *